Top Bibliotecas do jQuery

Vamos ver algumas dicas de bibliotecas do jQuery para você estudar.


https://jquery.com/


A jQuery está entre as mais utilizadas (se não a mais utilizada) bibliotecas JavaScript. Atualmente, quando se requisita que um profissional conheça/domine JavaScript, geralmente a jQuery está incluída.

Sob o lema “escreva menos, faça mais” (write less, do more), o forte dessa biblioteca está na simplificação de códigos nativos da linguagem que geralmente são mais extensos. Na Listagem 1 temos um exemplo bastante básico de uso da jQuery, onde comparamos duas expressões equivalentes, uma em código nativo JavaScript e outra utilizando jQuery.


http://prototypejs.org/


Prototype é um framework também bastante utilizado que possui suporte a Ajax bastante eficiente, além de facilitar a interação com o DOM e ser orientado a objetos, o que permite um maior nível de organização de projetos maiores.

Assim como a jQuery, o prototype também reduz consideravelmente a quantidade de código necessário para a realização de certas tarefas comuns, como a adição de event handlers.


http://script.aculo.us/


O script.aculo.us é um framework free e open souce para implementação de efeitos visuais bastante elegantes em páginas web. Construído sobre o prototype.js, ele faz uso da sua sintaxe e facilidades que o prototype nos fornece.


https://mootools.net/


Mootools é framework JavaScript bastante compacto e orientado a objetos, crowss-browser e que visa facilitar a vida do desenvolvedor, tornando mais simples algumas das ações mais comuns como acesso ao DOM, estilização dinâmica de elementos e requisições.


https://modernizr.com/


Com a chegada das mais recentes versões da HTML e das CSS, é natural o desejo e necessidade de utilizá-las no desenvolvimento de páginas web. Porém, sempre existem os problemas de compatibilidade, pois nem todos os browsers oferecem total suporte a todas as funcionalidades.

Com base nisso, a biblioteca Modernizr foi criada com o objetivo de permitir ao desenvolvedor detectar se há suporte, no browser, a certas funcionalidades da HTML5 e das CSS3. Dessa forma, é possível saber quando uma funcionalidade será apresentada para o usuário da forma como foi planejada e testada e, quando não for possível utilizá-la, definir um “plano B”.


Espero que tenham gostado e até a próxima.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Temperamento - Decubra seu Perfil Profissional

Temperamento - Como ele impacta em meu perfil profisional